APÓS REGISTRAR O PRIMEIRO CASO NA REGIÃO CELEIRO,CORONEL BICACO VÊ MUNICÍPIOS VIZINHOS AUMENTAREM SEUS CASOS DE CORONAVÍRUS

Geral

APÓS REGISTRAR O PRIMEIRO CASO NA REGIÃO CELEIRO, CORONEL BICACO VÊ MUNICÍPIOS VIZINHOS AUMENTAREM CASOS DE CORONAVÍRUS
Após quase um mês do primeiro registro de Coronavírus na região celeiro, os municípios quase que diariamente vem relatando o aumento de casos em seus boletins epidemiológicos.
Coronel Bicaco teve em 26 de abril a confirmação por parte do Laboratório Central do Estado (LACEN) em Porto Alegre o primeiro caso de Coronavírus na região dos 21 munícipios da Amuceleiro. O senhor de 60 anos ficou internado por um período e recebeu alta concluindo o processo de cura. Cerca de 14 famílias também tiveram que ficar em isolamento além dos familiares do idoso, os quais nenhum apresentou sintomas colocando assim Coronel Bicaco livre da circulação do vírus por hora.
No momento da confirmação houve uma grande preocupação pois familiares do idoso relataram que ele não havia recebido visitas de fora do município o que gerou a suspeita de contágio comunitário. O município instalou quatro barreiras sanitárias nas entradas de Coronel Bicaco para monitorar a circulação de pessoas vindas de outras regiões e cidades.
A região vem tendo casos de Coronavírus em vários municípios como em Braga, Campo Novo, Tenente Portela, Três Passos, Miraguaí, Crissiumal, Bom Progresso, Derrubadas, Humaitá, Esperança do Sul e outros. Três Passos é o líder em casos com 54 em atualização divulgada na quarta-feira.
Nos últimos dias Redentora teve um salto para 3 casos confirmados de Coronavírus, sendo duas pessoas da mesma família e um motorista. Todos apresentam bom estado de saúde.
Também fica o destaque para a regionalização por bandeiras que é feito pelo governo do RS através do distanciamento controlado. Atualmente Coronel Bicaco pertencente a região de Palmeira das Missões está incluído na bandeira laranja que consiste em um grau de atenção moderada.
Todo sábado o governador Eduardo Leite atualiza as bandeiras por regiões.

Com informações Dpto de Jornalismo - GUARITA AM/ Fonte: Portal Bicaquense

Compartilhe